Página Inicial / Pensionista / Recadastramento eletrônico dos pensionistas do Iprem já está funcionamento

Recadastramento eletrônico dos pensionistas do Iprem já está funcionamento

O sistema de recadastramento eletrônico já está disponível no portal do Iprem para os aniversariantes do mês de Janeiro, Fevereiro ou aqueles que estão com o benefício retido. Esse sistema é exclusivo para os pensionistas vinculados ao Iprem que poderão realizá-lo a partir de qualquer terminal de acesso a internet em qualquer horário.

O cadastro por meio de um sistema ONLINE visa dar agilidade ao atendimento, além de permitir melhorias na qualidade da base de dados do Iprem. Essas informações são utilizadas pelo Instituto para futuros estudos atuariais, além de servirem de apoio aos serviços prestados nas demais áreas do Instituto. Um simples e-mail registrado poderá ajudar o Iprem informar os pensionistas que deixaram de efetuar o recadastramento para evitar possíveis suspensões de seus pagamentos. No sistema anterior feito em formulário de papel, uma vez que os dados foram descritos manualmente, muitas vezes não era possível identificar um e-mail ou celular por estarem ilegíveis.

Vale ressaltar que o recadastramento ONLINE não isenta o pensionista de realizar a prova e vida. Com o novo sistema, o pensionista deve fazer o cadastro eletrônico antes de comparecer nas unidades de atendimento do Iprem ou a um cartório.

Recadastramento eletrônico

Para ajudar os usuários, disponibilizamos nesta matéria orientações essenciais para realizar o recadastramento com segurança. Veja o passo a passo:

1 . PRIMEIRO ACESSO – Acesse o endereço eletrônico: http://previdencia.prefeitura.sp.gov.br/recadastramento2019/

a) Nos campos correspondentes, insira o CPF do pensionista, a senha inicial que são os quatro (04) últimos dígitos do CPF do pensionista e repita o código de segurança Captcha exibido. Clique em “entrar” na parte inferior da página.

b) Após o acesso inicial, obrigatoriamente o usuário deverá trocar a senha por motivo de segurança. Nos campos correspondentes proceda da seguinte forma:

c) Repita a senha inicial

d) Insira uma nova senha. Esta senha poderá ser da forma como o usuário preferir, o sistema não impõe regras, podendo ser com letras maiúsculas, minúsculas, somente números ou outras senha pessoais.

e) Repita a nova senha

f) Insira um e-mail qualquer para que a conclusão do cadastro.

g) Repita o e-mail do campo anterior e clique em “trocar

h) Após a troca de senha o sistema retorna para a tela inicial. Insira o CPF do pensionista, a nova senha o código de segurança Captcha e clique em “entrar”.

2. DADOS DO PENSIONISTA – a primeira tela exibida é a seção de cadastro dos dados do pensionista. O sistema já vem com informações pré-preenchidas do recadastramento do ano anterior. Como foi iniciado em 2019, existem dados que deverão ser informados, pois não foram registrados nos outros exercícios. São eles: nome social (se houver), cor/raça e UF do RG em alguns casos. Proceda da seguinte forma:

a) Clique no botão em vermelho “Atualizar informações”

b) Se possuir nome social, digite-o.

c) Escolha sua cor ou raça (se preferir, poderá não informar).

d) Se o RG registrado for do pensionista, apenas escolha o UF do RG, conforme o registro no documento.

e) Feita as alterações, clique em “Gravar informações”.

f) Após a etapa anterior, uma tela será exibida, onde os campos destacados na cor amarela apresentam as modificações registradas. Caso não haja nenhuma correção, clique em “Confirmar informações e avançar”.

Caso o pensionista possua um procurador, um curador ou tutor proceda da seguinte forma:

g) Clique em “sim” no campo correspondente ao lado de “pensionista com representação”

h) Escolha o tipo de representação: curador, genitor, procurador, tutor, guardião ou responsável.

i) Preencha os campos correspondentes com os dados do representante e, se estiver de acordo com todas as informações da seção, clique em “Gravar informações”.

3. ENDEREÇOS – após o registro dos dados pessoais, automaticamente o sistema avança para a tela de registro de endereços. Conforme etapa anterior, o endereço, e-mail e telefones do exercício anterior já veem pré-preenchidos. Se não houver alterações, basta o usuário clicar em “Confirmar informações e avançar”. Se precisar modificar os dados pré-preenchidos, proceda da seguinte forma:

a) Clique em “atualizar informações”.

b) Faça as alterações necessárias.

c) Clique em “gravar informações”.

d) O usuário poderá também, preencher o endereço para correspondência sem alterar o endereço residencial. Basta marcar a caixa ao lado de “Cadastrar endereço de correspondência” e preencher os campos solicitados.

e) Caso o pensionista seja residente do exterior, marque a caixa ao lado de “Estou morando fora do Brasil” para que o sistema abra os campos de preenchimento. Escolha o país, digite a cidade, estado ou província, o endereço, o zip code (código de área).

f) Uma tela com os campos alterados será exibida. Se não houver correções, clique em “confirmar informações e avançar”.

Importante: – No campo correspondente ao registro dos telefones celulares, há uma caixa de preenchimento de números utilizados em redes sociais “wathsapp”. Este número poderá ser útil para o Iprem, quando necessário, fazer contato com o pensionista ou seu representante. Se quiser disponibilizá-lo, marque a caixa ao lado de “Whatsapp”.

4. DECLARAÇÃO – nessa etapa, o pensionista deverá declarar seu estado civil. O sistema permitirá escolher duas opções. Por exemplo: se um pensionista é solteiro e possui um companheiro(a), poderá marcar as duas caixas. Outro exemplo: o pensionista poderá declarar estado civil de separado e “vive em união estável”. Ele não permite casos, como viúvo e separado ao mesmo tempo, pois não é condizente com a condição de pensionista. Para concluir essa etapa, proceda da seguinte forma:

a) Selecione a caixa ao lado do estado civil do pensionista.

b) Leia os termos e selecione a caixa ao lado de “Li e concordo com a declaração”.

c) Clique em “Finalizar”

d) Após esta etapa, o sistema exibirá todas as informações registradas no recadastramento. Confira os dados e, caso queira efetuar correções, volte as etapas anteriores. Se estiver tudo de acordo, clique em “Gerar Protocolo” para finalizar o recadastramento.

5. GERAR PROTOCOLO – o protocolo é exibido em uma janela pop-up. Se seu navegador possuir um sistema bloqueador de pop-up, o usuário deverá desabilitá-lo (clique aqui para abrir o arquivo de orientação). Imprima o protocolo para apresentá-lo na “prova de vida. Clique em “sair” na parte superior da tela.

Pronto! O recadastramento eletrônico está concluído.

Prova de vida

Com o protocolo impresso, o pensionista deverá realizar a prova de vida. Para essa etapa é necessário ficar atento às regras da portaria municipal PORTARIA DE RECADASTRAMENTO 059 DE 28 DE DEZEMBRO DE 2018.  Para o ano de 2019, o documento exigido é o de identificação com foto legível e validade inferior à 10 anos (RG, CNH, passaporte, Carteira de entidade de classe, etc). Já o comprovante de endereço só será necessário caso o pensionista tenha mudado e não informou ao Iprem. Veja resumidamente as duas principais regras da prova de vida:

  1. Se o pensionista tiver idade inferior a 75 anos e for morador da região metropolitana, obrigatoriamente deverá comparecer em uma das unidades de atendimento do Iprem.
  1. Se o pensionista tiver idade superior a 75 anos ou não for morador da região metropolitana, poderá fazer a prova de vida em um cartório de registro civil.

Situações em que o pensionista encontra-se internado ou com problemas de locomoção, detento, dentre outras situações que o impossibilitem de realizar a prova de vida, orientamos que acesse o endereço eletrônico abaixo para ver como deverá proceder:

http://previdencia.prefeitura.sp.gov.br/recadastramento2019/