Página Inicial / Equilíbrio / Iprem participa de abertura da 4° Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa

Iprem participa de abertura da 4° Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa

O brasileiro está vivendo cada vez mais. Especialistas em demografia e previdência já levam em conta que o ser humano que vai viver 150 anos já nasceu. Mas para esta ser uma boa notícia, as cidades precisam ser repensadas de forma a acolher adequadamente o crescente público idoso.

foto_GleicianeGoveia
foto: Gleiciane Gouveia/Iprem


Com o intuito de sensibilizar as instituições, a sociedade civil e os próprios idosos sobre a importância de sua participação ativa na construção de políticas públicas que promovam a inclusão social e consolidem os direitos da população idosa na cidade, centenas de pessoas participaram da IV Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, realizada nos dias 02 e 03 de julho, no Anhembi. O evento é uma realização conjunta da Coordenação de Políticas para Idosos e do Grande Conselho Municipal do Idoso, ambos da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania.

“Estudos apontam que a expectativa de vida dos brasileiros tende a aumentar e para isso é necessário que sejam criadas políticas públicas para garantir que nessa fase delicada da vida, as pessoas tenham saúde, transporte gratuito, segurança, lazer, acesso à cultura e educação”, apontou Euclides Esteves, chefe de gabinete do Iprem, que representou o órgão na abertura da conferência.

Em entrevista à Assessoria de Imprensa e Comunicação do Iprem, o Secretário Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Eduardo Suplicy, destacou que a conferência é uma

“oportunidade formidável para as pessoas idosas expressarem seus anseios junto às secretarias, diante do desafio, que é de todos, de a cidade desenvolver as atividades de inclusão”.

Para Hugo Folegatti, coordenador do Iprem Melhor Idade, é urgente estabelecer políticas públicas que garantam justiça social às pessoas idosas.

Rumo à Conferência Nacional
A próxima etapa de discussões vai ocorrer na Conferência Estadual. As propostas da cidade de São Paulo, eleitas durante a Conferência Municipal, serão apresentadas no certame estadual, juntamente com as proposições de outros municípios do Estado de São Paulo. Essas duas fases são preparatórias para a IV Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa, cujo tema a ser debatido em 2015 é “Protagonismo e Empoderamento da Pessoa Idosa – Por um Brasil de todas as idades”.

Sobre admin